Detectores CL

A catodoluminescência (CL) é a emissão de fótons de comprimentos de onda característicos no espectro visível, a qual é causada pela interação do feixe de elétrons com a superfície da amostra. CL é uma poderosa técnica de análise estrutural e composicional para materiais que podem revelar informações valiosas que não podem ser obtidas através de SE, BSE ou EDS. Essas informações incluem a composição zonal, a estrutura de rede, a sobreposição de tensão ou danos à estrutura do material. A imagem de CL baseada em MEV obtém resolução muito melhor em comparação com os microscópios ópticos de CL.
 

Detectores CL da TESCAN

Graças à sua excelente sensibilidade, os detectores CL da TESCAN conseguem uma elevada relação sinal / ruído mesmo em baixas tensões de aceleração, o que torna possível a obtenção de imagens com finos detalhes da estrutura da amostra. Além disso, a eficiência da coleta de sinal é uniforme em todo o campo de visão (FOV). Usando a tecnologia Wide Field Optics ™ da TESCAN, é possível obter um FOV de até 35mm (largura) sem qualquer diminuição do sinal em direção à borda externa da imagem.
 

Detectores CL Pancromáticos:

A TESCAN desenvolveu dois tipos de detectores pancromáticos com diferentes faixas de comprimento de onda da luz detectada:
  • 350 nm - 650 nanômetros para detectar principalmente a luz visível e próxima do UV. Esta versão pode ser independente ou um detector CL / BSE intercambiável.
  • 185 nm - 850 nm para detecção de luz UV, visível e IR próximo.

Detector CL Rainbow

O detector CL Rainbow permite imagens simultâneas pancromáticas em cores vivas na faixa espectral de 350- 850 nm. Ele tem um excelente desempenho com 4 × maior sensibilidade quando comparado com detectores pancromáticos. O sinal CL é dividido em componentes vermelhos, verdes e azuis que são medidos simultaneamente, compondo eletronicamente uma imagem em cores vivas da área digitalizada.


 

Todos os detectores TESCAN CL são totalmente integrados com o software de controle de microscópios. Eles podem ser retraídos de sua posição de trabalho, sempre que não em uso.

 
Detectores CL
Detector CL

Nota de Aplicações Relacionadas

Cathodoluminescence analysis of zircons
Zircons (ZrSiO4) are ubiquitous in the crust of Earth and are a common accessory to trace mineral constituent of most granite and felsic igneous rocks. Zircons have low solubility in most melt and fluid compositions and can survive geological processes such as erosion, transport, or high-grade metamorphism. This makes zircon one of the most important minerals for geochronology. Different types of zircon domains are identified by CL imaging and U-Pb dating is then used to determine ages of different zones within the crystal. This helps to recognize various geological processes recorded during the history of the grain.
pdf – 1,8 MB
Cathodoluminescence imaging of mineralogical samples
Cathodoluminescence (CL) - light emission produced by electron beam - reveals information about material composition and structure that often cannot be obtained by other methods. In geosciences, optical cathodoluminescence became a standard technique. With the development of scanning electron microscopes, SEM-CL is gaining in popularity. In comparison with optical CL microscopes, where the sample is irradiated with stationary unfocussed electron beam, SEM-based CL imaging achieves much better resolution and it can be combined in situ with other analytical methods.
pdf – 3,9 MB