Detector de elétrons secundários de baixo vácuo TESCAN

O LVSTD é um detector de elétrons secundários especialmente projetado para operações de baixo vácuo. Isto é vantajoso para amostras sensíveis ao feixe.
O detector de elétrons secundários de baixo vácuo da TESCAN é uma solução única desenvolvida e patenteada pela TESCAN e especialmente projetada para operações de baixo vácuo. Baseia-se em um projeto Everhart-Thornley modificado equipado com um scintilador YAG. 
 

Principais Características

  • Verdadeiras imagens de elétrons secundários em condições de baixo vácuo
  • Visualização perfeita da topografia de superfície fina
  • Investigação de boa qualidade de materiais não condutores sem preparação especial
  • Imagem fina da estrutura superficial de materiais com baixo número atômico
  • Design compacto do LVSTD permitindo uma interface rápida e fácil de qualquer câmara fabricada pela TESCAN

As novas versões do detector LVSTD


A TESCAN desenvolveu duas novas versões do detector LVSTD de até 1000Pa, disponíveis como opção para microscópios VEGA com modo de baixo vácuo prolongado até 2000Pa.

Benefícios e recursos:

  • Sistema de bombeamento aperfeiçoado permite o uso do LVSTD até 1000 Pa no modo de baixo vácuo. A câmara de detecção separada do LVSTD é bombeada para baixo por uma bomba turbomolecular. A eficiência de bombeamento do gás da câmara de detecção é ampliada por uma bomba rotativa que é pré-bombeada pela bomba turbomolecular.
  • Sinal detectado ampliado em todas as três versões do detector LVSTD.
  • A combinação de LVSTD até 1000 Pa com o sistema de entrada de vapor d’água permite a observação de amostras hidratadas a temperaturas acima de zero em seu estado natural.

 
Detector de elétrons secundários de baixo vácuo TESCAN
Detector de elétrons secundários de baixo vácuo TESCAN

Versões de detectores LVSTD oferecidos pela TESCAN

Versão LVSTD Condição Vácuo Microscópio
LVSTD até 500Pa N2 Até 500Pa MEVs com modo de baixo vácuo até 500Pa
LVSTD até 1000Pa N2 Até 1000Pa MEVs com modo de baixo vácuo até 2000Pa
LVSTD até 1000Pa (vapor d’água) N2 e vapor d’água Até 1000Pa MEVs com modo de baixo vácuo até 2000Pa e opção de vapor d’agua

 

Nota de Aplicações Relacionadas

Investigation of cell spreading on bioceramic materials
In the field of current implantology, the conventional usage of titanium alloys is being replaced by ceramic materials. Bioceramics are made by sintering of the ceramic powders (e. g. zirconia or alumina powders) and they are characterized by excellent hardness and tribological properties. Zirconia ceramics are becoming prevalent among biomaterials used in dental implantology. The aim of this study was to investigate osteoblastic spreading in contact with various oxide ceramics. The spreading of the osteoblastic cells MG63 on the zirconia and alumina surfaces was observed using a MIRA3 FEG SEM in the low vacuum mode in order to evaluate the biocompatibility of these ceramic materials.
pdf – 3,4 MB